O dízimo manifesta a união da comunidade, é fruto da oração, do trabalho e da vivência litúrgica e catequética. Os cristãos participam do dízimo porque compreenderam o significado de ser Igreja, comunidade, a serviço da construção do reino de Deus.
As três dimensões do Dízimo:

  • Dimensão religiosa

    O dízimo deve suprir, com recursos, todas as necessidades direta ou indiretamente ligadas à celebração e aos seus ministros (construção e manutenção, salários dos funcionários, encargos diversos, despesas fundamentais, paramentos litúrgicos, equipamentos de som e audiovisuais, etc.)

  • Dimensão social

    O dízimo deve suprir as necessidades dos irmãos mais necessitados da comunidade, atendidos pelas pastorais sociais.

  • Dimensão missionária

    O dízimo deve sustentar financeiramente as ações de evangelização da comunidade exercidas fora do território da paróquia. Ajuda à Cúria, ao Seminário e às missões de um modo geral.

Por que dar o Dízimo?
O Dízimo é um ato de amor e um gesto de partilha. Nós não pagamos o Dízimo, nós o devolvemos, já que tudo o que somos e temos pertence a Deus. Compreender a importância do dízimo significa entender a nossa participação na comunidade. Quando devolvemos o dízimo, devemos fazê-lo como oração e agradecimento a Deus e não apenas depositar o resto que nos sobra.

O Dízimo é importante na vida do cristão porque...
...é vivência da Palavra de Deus
...é conversão do coração
...proporciona recursos para manter todas as ações pastorais, sociais e obras da Igreja
...é sinal de empenho na vivência da caridade, solidariedade com os pobres
...é vivência da partilha
...ajuda as pessoas a se comprometerem com a Igreja
...é gesto concreto de fé e gratidão

São Paulo nos orienta: "Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama o que dá com alegria". (II Cor 9,7)

Seja você também um dizimista, procure um agente do dízimo após as missas dominicais ou então entre em contato com a secretaria do Santuário pelo telefone (11) 2702-1646.